Workteto

O que preciso saber antes de reformar meu apartamento?

Por onde começar a reformar

O que preciso saber antes de reformar meu apartamento? Se você está pensando em reformar o apartamento agora, saiba que é prudente tomar algumas medidas antes de começar as obras. Assim, é possível evitar prejuízos, conflitos e problemas tanto com o condomínio quanto com os vizinhos.

Recentemente fizemos uma postagem, para te ajudar a saber por onde começar a reforma, antes de continuar, recomendamos dar uma lida.

Continue lendo e confira tudo o que você precisa saber antes de iniciar a obra, independente do tamanho: a reforma de apartamento pequeno também demanda esses cuidados.

Faça o projeto arquitetônico

Este é um dos maiores desafios de fazer uma reforma. O planejamento é a chave para que a obra saia exatamente como o esperado.

Coloque no papel todos os detalhes do que você deseja reformar. Procure referências de estilo e design que te agradem e em seguida busque a orientação de um profissional qualificado.

Ter um projeto feito por um arquiteto ou engenheiro é essencial para que a obra seja concluída com sucesso. Isso porque eles conseguem prever e evitar problemas, como os temidos erros de execução.

Com isso, a segurança do imóvel e do próprio prédio estão asseguradas, já que esses profissionais identificam facilmente uma parede estrutural.

Outra vantagem de contar com a orientação adequada é encontrar a melhor maneira de otimizar o espaço, fazendo a área parecer maior do que é.

E lembre-se de estar com seu checklist de reforma sempre em mãos.

Consiga a aprovação do condomínio

Cada condomínio tem seu conjunto de regras e exigências que merecem atenção antes de reformar o apartamento. Mas a apresentação de alguns documentos é fundamental:

  • o projeto arquitetônico (feito por um arquiteto)
  • o RRT (Registro de Responsabilidade Técnica)
  • ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) e o cronograma de obra.

É muito importante que todos os documentos estejam corretos para conseguir a autorização, já que o síndico pode barrar a reforma caso algo não esteja de acordo com as exigências legais ou as regras do próprio condomínio.

Em São Paulo, é essencial que você tenha um documento assinado pelo profissional responsável pelo projeto de reforma, no caso de arquitetos, o RRT, cadastrado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil . Mas se o projeto contar com um engenheiro, o documento será a ART, informando ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) quem é o responsável pela obra. Esta documentação serve para dar segurança tanto para você quanto para o profissional contratado.

Vale lembrar que tudo isso é feito pelos próprios arquitetos ou engenheiros, então você não precisa se preocupar com essa burocracia.

Veja 4 motivos para contratar um engenheiro.

Qual é o horário permitido para reformar apartamento?

Reformas fora de hora:

podemos dizer que esta é a reclamação número 1 nos condomínios quando se trata de obras. Por isso, fique muito atento a este ponto para evitar problemas, conflitos e sanções.

De maneira geral, se o prédio for comercial, as obras devem ser realizadas fora do horário comercial. Já nos condomínios residenciais, o cuidado deve ser dobrado, pois os horários e dias permitidos podem variar muito.

O condomínio sempre visa garantir que a reforma incomode o mínimo possível. Por isso, confira o Regimento Interno e conte com a ajuda do síndico para que ele te oriente e os horários sejam respeitados.

É recomendado também conversar com seus vizinhos antes de começar a obra, deixando bem claro quanto tempo ela irá durar e o cronograma de trabalho dos operários.

Fique sempre atento as regras de reforma.

Se estiver pronto para reformar e precisa de uma ajuda com empresas de qualidade e confiança, solicite um orçamento de reforma!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.