Workteto

Por onde devo começar uma reforma?

dicas para reformar

Com certeza você já deve ter imaginado o seu imóvel lindo e aconchegante, como aqueles de capa de revista. Mas você sabe por onde deve começar uma reforma? O que precisa ser feito?

Os motivos para reformar podem ser vários, desde a mudança da estética do seu lar até o reparo de um problema. São tantas coisas para pensar, decidir e executar que você entra em pânico. Mas calma, porque aqui você vai descobrir como conseguir a casa dos seus sonhos, sem dor de cabeça!

1- Por que vou reformar

Sua primeira tarefa é responder essa pergunta para decidir quais são as prioridades e saber por onde começar a reforma. Por exemplo, se há vazamentos ou infiltrações, a obra é emergencial, e a verificação do encanamento deve estar no topo da sua lista.

Mas se tudo estiver funcionando bem e você só quiser trazer mais comodidade e beleza para os ambientes, você pode focar em outros pontos, como a decoração.

Independente das razões, tenha em mente qual sensação você e a sua família querem ter em cada cantinho do seu lar. É muito importante também que você nunca se esqueça de proteger a parte estrutural do seu imóvel, ok? Segurança em primeiro lugar.

2- Hora de planejar

Quanto mais detalhado estiver o projeto, mais fácil será reformar o imóvel. Um bom planejamento diminui a chance de ocorrerem imprevistos e ajuda muito na fase de pesquisa de preços. Auxilia também a definir um teto de gastos, para não estourar o orçamento.

Não tenha gastos surpresa, descubra como um orçamento de reforma é feito

Coloque no papel tudo o que você quer incluir no projeto. Marque o que achar necessário, desde materiais de construção até a decoração, juntamente com os respectivos preços. Considere também a contratação da mão de obra necessária. Lembre-se de que pedreiros, eletricistas e gesseiros devem ser consultados previamente para fazerem seu orçamento e estimativa do prazo de entrega.

3- Qual será o roteiro da obra?

Contar com um bom roteiro vai ajudar a organizar a obra como um todo, evitando que os profissionais contratados “atrapalhem” o trabalho um do outro, ou fiquem impedidos de realizar suas tarefas porque o material ainda não chegou, por exemplo.

Por isso, é fundamental definir em qual ordem as etapas serão feitas. O primeiro passo para começar uma reforma é a demolição, depois, podemos seguir para a parte elétrica e hidráulica. A regularização do piso e das paredes vem logo em seguida, juntamente com o revestimento. E por último, os toques finais de iluminação, pintura e decoração.

4- Preciso sair de casa para começar uma reforma

Outro passo essencial é definir se você e sua família continuarão morando no local enquanto a reforma é realizada.

Para tomar esta decisão, tenha em mente o tempo previsto para a entrega da obra e os gastos com hospedagem, aluguel ou um acordo para ficar na casa de algum familiar.

Lembre-se de que uma reforma faz barulho e poeira. Então leve em conta o nível de comodidade que você deseja durante esse período.

5- Contrato um profissional da área?

Sempre que você estiver pensando em reformar, considere a contratação de um profissional capacitado, como um arquiteto ou engenheiro. Somente eles podem garantir a segurança da reforma caso haja alterações estruturais, como a remoção de paredes.

Quando um arquiteto é contratado, você fica livre de todo o estresse. Esses profissionais vão fazer o projeto, o orçamento e fiscalizar o canteiro de obras. Ou seja, você terceiriza tudo e pode até fazer uma viagem enquanto o lar dos seus sonhos fica pronto!

Começar uma reforma pode ser assustador no início, mas com um bom planejamento, tudo vai dar certo. Ficou alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

Decidiu reformar? Receba orçamentos gratuitos e conte com o suporte da Workteto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.