Workteto

5 erros ao reformar em São Paulo

Reformar em São Paulo

Muitas vezes, uma reforma é inevitável e precisa ser encarada para garantir a segurança e a funcionalidade do imóvel. Mas o que fazer com as dores de cabeça que uma obra traz? Saiba que é possível renovar o seu lar sem complicação. Tomando alguns cuidados, conseguimos evitar imprevistos, erros e surpresas desagradáveis. Para ficar livre de tudo isso, separamos 5 erros que podem gerar a maior confusão e ainda resultar em gastos desnecessários ao reformar em São Paulo. Confira e fique atento:

1- Não verificar as regras do condomínio

Se você mora em um apartamento, é fundamental ficar atento às regras do condomínio. Por exemplo, mudanças na fachada ou na varanda costumam ter restrições, pois geralmente elas são padronizadas.

Fique de olho nos dias e horários em que a reforma é permitida, para não ficar sujeito a multas. As áreas comuns também precisam de uma atenção especial, pois elas devem estar sempre limpas.

Converse com o síndico e leia o regimento interno, assim você evita problemas e mantém a boa convivência com seus vizinhos.

2- Ampliar sem a autorização da prefeitura

Dependendo do tamanho da obra, vários documentos são necessários. Se o objetivo da reforma for a ampliação da área construída, você precisa do Projeto Legal de Reforma com Ampliação aprovado pela prefeitura do município onde se encontra o imóvel. Em São Paulo, são disponibilizadas orientações no Manual de Licenciamento de Projetos para todos que queiram construir ou reformar na cidade.

3- Não ter um projeto arquitetônico

Para muitos, o projeto pode parecer uma perda de tempo, mas o planejamento é fundamental para que a obra seja otimizada, ou seja, fique mais rápida e sem as dores de cabeça típicas de uma reforma feita às pressas.

O projeto arquitetônico pode ser considerado o manual da obra, porque nele se encontram todos os detalhes e o cronograma de execução da reforma. Dados importantíssimos como os materiais que serão utilizados, a mão de obra necessária e a verba disponível estão presentes para que tudo saia exatamente como o imaginado.

Com isso, as chances de acontecerem imprevistos é mínima e os temidos erros de execução não têm espaço. Assim, o orçamento será respeitado e você pode até economizar bastante. Lembre-se de que quem não faz um bom planejamento sempre corre o risco do retrabalho e gastos em dobro.

4- Acumular entulho

É muito importante saber o que precisa ser feito com o entulho no final do dia, principalmente se o imóvel estiver em um condomínio. O acúmulo de entulho em áreas comuns pode acarretar em uma advertência ou até mesmo uma multa por desordem e sujeira. Fique atento para não cometer esse erro e ter que desembolsar dinheiro à toa.

Veja: Vale a pena contratar uma empreiteira?

5- Infiltração pela janela

Um pequeno detalhe que a maioria das pessoas se esquece é a vedação do imóvel para evitar infiltrações. Sabe aquela frestinha entre a esquadria da janela e a parede? Com o tempo, a água que entra por ali é capaz de detonar a parede. Por isso, vale lembrar que é essencial usar silicone estrutural ou outro material para promover a vedação completa. Fique de olho durante a reforma para evitar uma surpresa desagradável nos dias de chuva.

Agora que você já conhece alguns dos erros mais comuns ao reformar em São Paulo, ficou mais fácil evitá-los. Conte com a Workteto para te ajudar a transformar o lar dos seus sonhos. Faça o seu orçamento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.